Páginas

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Aprovada o projecto de lei que "promove" o desenvolvimento saudável

Foi aprovado pelo Governo Metropolitano de Tóquio o projecto lei que visa promover o desenvolvimento saudável dos jovens e proibir a venda de qualquer produto ou publicação que possa "prejudicar" esse mesmo desenvolvimento. O projecto de lei será proposto na assembleia-geral na quarta-feira.

Isso inclui publicações com martérias como simulação de actos sexuais, encorajamento de actos cruéis e que possam transmitir pensamentos suicidas ou que favorecem actos criminais. Mas isso só inclui a venda a menores de 18 anos.

Isso fará com que muitos animes e mangas yaoi, loli e ecchi sejam colocados na secções de adultos das lojas. Mas não é só isso, muitos artistas estarão condicionados por esta lei, já que muitas empresas deixarão de apoiar estes artistas ou determinados projectos que possam ser rejeitados.

Mas entre as vozes de oposição a esta lei está o primeiro-ministro japonês Naoto Kan, afirmando que "O crescimento saudável das crianças é um assunto muito importante, tal como é importante espalhar a animação japonesa para o resto do mundo".
Também a Shueisha (editora que detém a Shonen Jump) juntou-se a este grupo de protestos ao bloquear a participação dos seus franchises no Tokyo International Anime Fair.

Sem comentários:

Publicar um comentário