Páginas

quarta-feira, 31 de maio de 2017

"Mahōka Kōkō no Rettōsei" (Filme) - Divulgado um novo 'trailer' do filme

O site oficial do filme Gekijōban Mahōka Kōkō no Rettōsei: Hoshi o Yobu Shõjo (The Irregular at Magic High School The Movie: The Girl Who Calls the Stars) divulgou nesta Quarta-feira um novo trailer do filme. O vídeo contém a música oficial do filme, "Speed Star" da dupla GARNiDELiaA.

Risako Yoshida, responsável pela storyboard da série anime, vai ser o realizador do filme no estúdio 8-bit, substitui deste modo a Madhouse, que foi que produziu a série anime. A ilustradora do light novel original, Kana Ishida, é a designer das personagens e a realizadora-chefe de animação. Já Tsutomu Satou, autor do light novel original, está a escrever uma nova história original e ele a WriteWorks estão a escrever o guião do filme. Taku Iwasaki vai voltar compor a banda sonora.

O filme tem estreia marcada para 17 de Junho.

Na história do filme, passaram as estações, e agora estão na segunda Primavera. O fraco aluno e irmão mais velho Tatsuya e a estudante de honra e irmã mais nova Miyuki terminaram o seu primeiro ano na sua escola secundária de magia e estão a aproveitar as sua férias de Primavera. Os dois voltam para a sua vila no arquipélago de Ogasawara. Pouco após um momento de paz, uma jovem mulher solitária chamada Kokoa abordou-lhes. Ela tinha abandonado a base naval e diz a Tatsuya o seu único desejo.

Tsutomu Satou começou a escrever o light novel original, que conta com as ilustrações de Kana Ishida, em 2008. A obra inspirou uma série anime de 26 episódios que foi emitida entre Abril e Setembro de 2014.


Mahouka Koukou no Rettousei Movie PV4 from Louie XII on Vimeo.

Fonte: ANN
Vídeo: Louie XII

terça-feira, 30 de maio de 2017

"Ballroom e Yõkoso" estreia a 8 de Julho

O site oficial da série anime baseado no mangá da autoria de Tomo Takeuchi, Ballroom e Yõkoso - Sweep Over the Dance Hall (Welcome to the Ballroom nos EUA) revelou que o anime vai estrear na madrugada de 9 de Julho no Japão e uma nova imagem promocional. Também revela que a música do genérico de abertura chama-se "10% roll, 10% romance" e é da autora da banda de rock Unison Square Garden. A banda criou a canção especificamente para o anime e vai ser possível ouvir a canção pela primeira vez no quinto vídeo promocional da série que será divulgado num "streaming" especial a 7 de Junho.

O realizador da série é Yoshimi Itazu (realizador do filme Mitsuami no Kami-sama/Pigtails), com a animação a ficar por conta do estúdio Production I.G. Kenichi Suemitsu fica a cargo da composição da série, com Takahiro Ishida (Puella Magi Madoka Magica) a ser o responsável pelo design das personagens e Yuuki Hayashi (Boku no Hero Academia) vai compor a banda sonora.

O mangá foi lançado na Monthly Shõnen Magazine em 2011 e o volume mais recente da obra, o 8º, foi posto à venda em Outubro de 2015.

A editora Kodansha Comics, que publica o mangá nos EUA, descreve da seguinte maneira a história:

"Tatara Fujita é um estudante do 3º ciclo que só quer ser bom em algo - em qualquer coisa. Infelizmente, ele é como qualquer outro rapaz da sua idade, normal. Os "bulhas" da sua zona sabem disso e batem nele com regularidade para lhe tirar dinheiro, mas isso muda quando o afável Kaneme Sengoku dá-lhes uma "lição". Mas, o Sengoku não é um vigilante do bairro ou um justiceiro. Ele é um dançarino de salão profissional. E assim que Tatara é puxado para o mundo das danças de salão, a sua vida nunca mais seria a mesma."

Fonte: ANN

Foram revelados mais detalhes sobre o anime original dos autores de "Sakurasõ no Pet no Kanojo" e de "Getsuyõbi no Tawawa"

A edição de Julho da revista Megami Magazine revela mais detalhes sobre o projecto anime que conta com a colaboração do ilustrador Kiseki Himura (criador original de Getsuyõbi no Tawawa) e do escritor de light novels Hajime Kamoshida (autor de Sakurasõ no Pet no Kanojo). O título do novo anime é Just Because!

A revista descreve a história do anime do seguinte modo:

"O anime original Just Because! foca-se em retratar subtilmente os sentimentos de um grupo de estudantes do ensino secundário que estão prestes a se graduar. Perto do final do segundo semestre do terceiro ano, quando começa a acabar o tempo na escola secundário para os estudantes e que estão à espera da graduação, o aparecimento de um estudante que acaba de transferir de escolas começa a mudar o que lhes falta de ensino secundário quando eles estão prestes a graduar."

O anime vai ter as seguintes personagens:

  • Eita Izumi: "É a estudante que acaba de transferir de escola que tem vivido fora da terra onde a Mio e os outros tem vivido por quatro anos, mas, agora ela regressou. Ela era uma amiga próxima de Haruto desde do ensino básico, e a sua transferência para a escola secundária dele constitui uma reunião dos dois;
  • Haruto Sõma: "Ele faz parte da equipa de basebol que já tem um emprego assegurado após a graduação. Ele quer conseguir fazer um "home run"que não o conseguiu fazer na competição do Verão e confessar à pessoa que ele gosta";
  • Mio Natsumi: "Mio foi colega de turma de Eita e Haruto durante o ensino básico. Ela pensa em ir para a faculdade e está a estudar bastante para que isso aconteça. Os sentimentos não correspondidos de um "fraquinho" por outra pessoa ainda têm influência sobre si."
  • Hazuki Morikawa: "Ela faz parte da banda da escola que já escolheu a sua faculdade de preferência. A sua família possui uma quinta desde dos tempos do seu avô. Ela não se destaca na turma e parece não ter interesse em relações amorosas."
  • Ena Komiya: Ena é estudante do segundo ano e faz parte do clube de fotografia, que se encontra prestes a ser dissolvido. Para tentar salvar o clube, ela planeia entrar numa competição de fotografias. Na sua busca por uma boa foto, ela testemunha a reunião entre Eita e Haruto." 
Atsushi Kobayashi é o realizador do anime no estúdio PINE JAM (que produziu o anime de Getsuyõbi no Tawawa), com Himura a ser o designer original das personagens e Kamoshida é o guionista. Hiroyuki Yoshii vai adaptar os designs de Himura para a animação. Nagi Yamiga é produto musical e Keisuke Funaga é o produtor do anime.

Tinha sido lançado, por breves instantes, um site sobre um novo anime dos dois autores no Dia das Mentiras, mas a revista realça que a produção do novo anime é uma realidade. No site estava indicado que Himura era o designer original das personagens, enquanto que Kamoshida seria o guionista. Também estava indicado que o estúdio PINE JAM (que produziu o anime de Getsuyõbi no Tawawa) estaria encarregue da produção do anime.


Hajime Kamoshida lançou o light novel Sakurasõ no Pet no Kanojo em 2010, que contava com as ilustrações de Keeji Mizoguchi. A obra chegou ao fim em Julho de 2013. A obra foi adaptada para uma série anime de 24 episódios, produzida pelo estúdio J.C. Staff. O anime foi emitido entre Outubro de 2012 e Março de 2013.

Kiseki Himura lançou um conjunto de ilustrações pela rede social Twitter que tinham como título Getsuyõbi no Tawawa. E essas ilustrações foram adaptadas para 12 curtas anime no ano passado.

Fonte: ANN

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Divulgado vídeo 'teaser' e data de estreia do anime "Isekai Shokudõ"

O site oficial da série anime baseada no light novel Isekai Shokudõ, da autoria de Junpei Inuzuka, divulgou um novo vídeo teaser do anime.

Também foi revelado que a série irá estrear na madrugada de 4 de Julho no Japão e que Saori Õnishi
vai interpretar a personagem Kuro (que se encontra do lado direito da imagem).

Já tinha sido revelado que Junichi Sawabe vai interpretar o gerente do restaurante (que está no fundo da imagem) e que Sumire Uesaka ficou com o papel de Aletta (que está no lado esquerdo da imagem). Aletta é filha de um ser mágico que trabalha no restaurante um dia por semana. Kiyono Yasuno vai interpretar a caçadora de tesouros Sarah.

Masato Jinbo é o realizador do anime no estúdio SILVER LINK, mas, também, ocupa o cargo de supervisor dos guiões. Takao Sano e Keiichi Sano vão adaptar os designs originais das personagens feitos por Katsumi Inami para a animação.

Inuzuka lançou a história no site Shõsetsu-ka ni Narõ (que pode se traduzido como “Vamos ser Romancistas”) em 2013 e a editora Shunfunotomo publicou o primeiro volume em Fevereiro de 2015. O terceiro volume do light novel vai ser posto à venda a 30 de Setembro. A obra contém ilustrações feitas por Katsumi Inami.

A história passa-se numa zona comercial que fica junto a uma área de escritórios, em que existe um restaurante cujo a porta está enfeitada com a imagem de um gato e que se chama “Yõshuku no Nekoya”. Fundado há cinco décadas atrás, tem sempre enchido as barrigas de quem trabalha nos escritórios.

Embora seja descrita como “cozinha ocidental”, é um restaurante extraordinário com menus ricos e magníficos e quem tem mais do que apenas cozinha ocidental. No entanto, para as pessoas “daquele mundo”, é ainda mas especialmente único.

Pois, existe um segredo no Nekoya. Todos os Sábados, quando o restaurante tira o dia de folga, o Nekoya fica cheia de “clientes especiais”. Com o tocar do sino, são servidos os mais raros e maravilhosos pratos a pedido de clientes de todos os estilos de vida, que tem diferentes graus de educação e de todas as etnias.

Claro que, para quem trabalha no escritório, é um lugar familiar com pratos familiares. No entanto, para os “clientes de Sábado” ou “as pessoas daquele mundo”, não é mais do que uma cozinha da qual nunca se tinha visto ou da qual nunca se tinha ouvido falar… um “Restaurante de um Mundo Alternativo”.



Fonte: ANN



sábado, 27 de maio de 2017

Vim só deixar um aviso...

Olá a todos!

Queria apenas dizer que hoje e amanhã não poderei publicar nada no blogue, dado que estarei ocupado com algumas coisas de âmbito profissional. Por essa, não terei tempo para vir aqui a traduzir (que é o que faço... Mal, mas faço.) as notícias de anime e de mangá. Ainda consegui arranjar tempo para deixar este aviso, mas não iria conseguir arranjar tempo para colocar algo aqui.

Na segunda-feira, volto a publicar como de costume.

Por isso, quero-vos desejar um bom resto de fim-de-semana a todos vós. ;)

RK_Gotoku 

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Vai ser lançado um novo capítulo do mangá "Revolutionary Girl Utena" em Julho

A edição de Julho da revista Flowers anuncia que vai ser publicado um novo mangá de Shōjo Kakumei Utena (ou Revolutionary Girl Atena) na edição de Setembro da revista, que vai ser colocada à venda a 28 de Julho. Chiho Saitõ, ilustradora original do mangá, vai desenhar o novo mangá. A revista não especificou se o mangá vai continuar a ser publicado após a edição de Setembro.

O Be-Papas - que consiste num grupo de profissionais da indústria do anime e do mangá que se inclui Chiho Saitõ, Yoji Enokido (guionista em Bungo Stray Dogs), Shinya Hasegawa, Kunihiko Ikuhara (realizador em Sailor Moon/Navegantes da Lua) e Yuuichirõ Oguro - desenvolveram o mangá e o anime Shōjo Kakumei Utena ao mesmo tempo. O mangá foi lançado em 1996 na revista Ciao e terminou em 1997. Nesse mesmo ano, estreou a série anime, que teve 39 episódios.

Fonte: ANN

quinta-feira, 25 de maio de 2017

1º vídeo promocional do anime "DIVE!!" revela elenco e data de estreia

O site oficial da série anime baseada nos romances juvenis de Eto Mori, DIVE!!, divulgou o primeiro vídeo promocional do anime, no qual revela o elenco e que a série vai estrear a 6 de Julho.

O elenco é composto por:
  • Yuuki Kaji interpreta Tomoki Sakai;
  • Takahiro Sakurai  interpreta Yõichi Fujitani;
  • Yuuichi Nakamura interpreta Shibuki Okitsu;
  • Kaori Nazuka interpreta Kayoko Asaki;
  • Ryota Ohsaka interpreta Ryõ Õhira;
  • Kouki Uchimiya interpreta Reiji Maruyama;
  • Tomokazu Sugita interpreta Atsuhiko Yamada (tem como alcunha "Pinkie");
  • Yuusuke Kobayashi intepreta Sachiya Yoshida.
Kaori Suzuki é a realizadora do anime no estúdio Zero-G e conta com Touko Machida na supervisão dos guiões. Suzuhito Yasuda (autor do mangá Yosakura Quartet e ilustrador dos light novels Durarara!! e de DanMachi) foi quem criou o design originais das personagens, que vão ser adaptadas para a animação por Miyako Yatsu. Yuuki Hayashi (compositor de Boku no Hero Academia e de Ballroom e Yōkoso) está a compor a banda sonora para o anime.

Eto Mori lançou o romance original entre 2000 e 2002 e que teve quatro volumes. A obra já foi adaptada para um filme live-action em 2008 e para um mangá que foi publicado entre 2007 e 2008.

A série centra-se à volta do Clube de Mergulho Mizuki, que está à beira de ser encerrado devido a sérios problemas financeiros. A nova treinadora do clube tenta persuadir os donos do clube em manter-lo a funcionar com uma condição: que o clube envie um dos seus membros para os Jogos Olímpicos do próximo ano como parte da selecção olímpica do Japão.



Fonte: ANN


quarta-feira, 24 de maio de 2017

Mangá para adultos "Skirt no Naka wa Kedamono Deshita" vai ser adaptado para anime

Foi anunciado que o mangá de romance para adultos da autoria de Hanamalou, Skirt no Naka wa Kedamono Deshita, vai ser adaptado para uma série anime. O site oficial da série foi lançado nesta Quarta-feira e contém o primeiro vídeo promocional do anime.

O anime tem estreia marcada para 2 de Julho e a versão para maiores de 18 vai ser exibida no evento ComicFesta Anime Zone.

Mitsutaka Noshitani é o realizador do anime no estúdio Magic Bus. Kazuhito Toda está a cargo da composição e do enredo da série.

Hanamalou lança a sua obra original em formato digital e o primeiro volume da obra foi lançado a 18 de Novembro do ano passado.

A história do mangá começa a reservada Shizuka foi a um "mixer" (festa que serve para socializar com outras pessoas), mas tem dificuldades em adaptar-se ao ambiente da festa. Foi então que uma colega da faculdade mais velha chamada Ryõ começou a falar com ela e o par começou a dar-se muito bem. Shizuka depois passa a noite na casa de Ryõ. No entanto, Ryõ inesperadamente beija Shizuka e empurra-a contra a cama. A Shizuka pensa que aquela bela mulher é lésbica, mas rapidamente descobre que Ryõ é na verdade um homem que se veste como uma mulher.



Fonte: ANN

terça-feira, 23 de maio de 2017

Vai haver um "novo projecto anime" baseado em "Non Non Biyori"

O 11º volume do mangá de comédia da autoria de Atto, Non Non Biyori, revela que foi dada luz verde para o início da produção de um novo anime baseado no mangá. No anúncio não é revelado o formato do novo anime.

Atto lançou Non Non Biyori na revista Monthly Comic Alive em 2009.

A obra foi adaptada para duas séries anime, a primeira em 2013 e a segunda em 2015. A produção de ambas as séries ficou a cargo do estúdio Silver Link (Baka to Test to Shõkanjuu) e Shinya Kawamo também tratou da realização das séries.

A história do mangá passa-se numa zona rural, onde a livraria mais próxima fica a 20 minutos de distância de bicicleta, onde uma certa revista "Ju_p" (referência à Shõnen Jump) sai à Quartas-feira invés de ser à Segunda-feira e onde o videoclube fica a 10 estações de distância. Hotaru Ichijõ muda-se de Tóquio para a escola da zona rural e reajusta-se à vida pacata do campo. As suas colegas de turma são a Natsumi, a Komari, a Renge e o irmão mais velho de Komari, Suguru, que se encontra no sétimo ano.

Fonte: ANN

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Mangá do autor de "Birdy The Mighty" chega ao fim a 29 de Maio

A 25ª edição deste ano da revista Weekly Big Comic Spirits revela que o mangá de Masami Yuuki (autor dos mangás Tetsuwan Birdy/Birdy The Mighty e Mobile Police Patlabor), Hakubo no Chronicle, vai terminar no próximo dia 29 de Maio. Está previsto que o 11º e último volume do mangá seja posto à venda a 30 de Junho.

Yuuki lançou o mangá na Big Comic Spirits em Agosto de 2013 e foi o seu primeiro mangá publicado semanalmente em mais de 10 anos.

A história do mangá segue uma funcionária pública recentemente contratada chamada Akari Fushiki que, juntamente com um rapaz obcecado com crimes, resolvem mortes misteriosas.

Fonte: ANN

domingo, 21 de maio de 2017

Mangá "Gangsta" volta a ser publicado

O mangá Gangsta., da autoria de Kohske, voltou a ser publicado com o lançamento do novo capítulo na edição de Julho da revista Monthly Comic @ Bunch, que foi posta à venda a 20 de Maio. Para celebrar o regresso, foram disponibilizados gratuitamente todos os 42 capítulos publicados da obra no site oficial da revista.

A autora também reactivou a sua conta oficial no Twitter onde explica que tem sofrido de eosinofilia que se deve a uma doença auto-imune, mas que está atenta ao seu estado de saúde e que irá tirar tempo para descansar quando for necessário.

A obra já não é publicada desde Novembro de 2015, altura em que Comic @ Bunch revelou que o mangá não iria ser publicado por tempo indeterminado devido ao estado de saúde da autora.

Kohske lançou o mangá em 2010 na revista Comic @ Bunch. A obra foi adaptada para uma série anime de 12 episódios em Julho de 2015 e foi produzida pela Manglobe, estúdio que entretanto declarou a sua falência.

O mangá centra-se à volta de Worick e de Nick, dois homens que aceitam trabalhos quer da máfia quer da polícia na cidade Ergastulum, um cidade podre cheia de gangs da máfia, vadios, prostitutas e polícias corruptos.

Fonte: Crunchyroll 

sábado, 20 de maio de 2017

Revelados o elenco principal e os interpretes das canções da série "Gamers!"

O site oficial da série anime baseada no light novel de Sekina Aoi (que criou o light novel Seitokai no Ichizon) e do ilustrador Saboten, Gamers!, revelou hoje (20 de Maio) o elenco principal série e os intérpretes das músicas do genéricos da série.

O elenco é composto por:
  • Megumi Han interpreta Keito Amano (2º a contar da direita na imagem);
  • Hisako Kanemoto interpreta Karen Tendo (1ª a contar da direita);
  • Manaka Iwami interpreta Chiaki Hoshinomori (que se encontra mesmo no centro na imagem);
  • Rumi Ookubo interpreta Aguri (1ª a contar da esquerda);
  • Toshiyuki Toyonaga interpreta Tasuku Uehara (2º a contar da esquerda).
As seiyuus Hisako Kanemoto, Manaka Iwami e Rumi Ookubo vão interpretar a música do genérico de abertura, enquanto que o grupo feminino Luce Twinkle Wink☆ fica a cargo da música do genérico de encerramento.

A série vai estrear em Julho e vai ter 12 episódios.

O realizador da série é Manabu Okamoto, com Hiroki Uchida está a cargo da composição da série e Tensho Sato está a desenhar os design das personagens para a animação. O estúdio PINE JAM está a produzir o anime.

Aoi e Saboten lançaram a obra original em 2014 e o sétimo volume da obra foi posto à venda no passado Sábado (18 de Março).

O light novel de comédia romântica centra-se nas vidas nos jogos de vários estudantes do liceu que jogam videojogos, incluindo: Keita Amano, um jovem rapaz solitário que adora jogar videojogos; Karen Tendõ, a bela presidente do clube de videojogos; Chiaki Hoshinomori, que está constantemente em picardias com o Keita; e Tasuku Uehara, que finge em estar satisfeita com a sua vida no mundo real, mas que na verdade adora videojogos.

A obra anterior de Sekina Aoi, Seitokai no Ichizon, foi adaptada para duas séries anime, a primeira em 2009 e a segunda em 2012.

Fonte: ANN

sexta-feira, 19 de maio de 2017

"Chuunibyou demo Koi ga Shitai!" vai ter direito a filme anime que irá estrear em Janeiro

O estúdio Kyoto Animation revelou nesta Sexta-feira que está a produzir um novo filme original para o franchise Chuunibyou demo Koi ga Shitai!, que terá como título Eiga Chuunibyou demo Koi ga Shitai! Take On Me. A Kyoto Animation já divulgou um vídeo 'teaser', em que revela que o filme tem estreia marcada para 6 de Janeiro do próximo ano.

Neste filme, a Rikka já é uma estudante finalista, mas ainda tem o síndrome "chunibyo". Estão a aproximar-se os exames de entrada para a universidade, e são férias de primavera, e o Yuuta e a Rikka estão juntos como de costume. Um dia, Tõka, a irmã mais velha de Rikka, declara que vai levar a Rikka com ela para Itália, dado que a Tõka vai se mudar para a Itália por causa do seu trabalho e ela pensa elas deveriam mudar-se juntas como uma família. Yuuta compreende a opinião de Tõka, mas ele pensa que , deste modo, ele e a Rikka vão acabar por se separar. A Shinka e os outros amigos do "casal" sugerem que os dois devem 'fugir' e assim começam a preparar o plano para a fuga de Rikka e de Yuuta que os levará a uma viajam por todo o Japão.

Torako é creditado com o trabalho original do filme. Tatsuya Ishihara é novamente o realizador na Kyoto Animation, depois ter sido o realizador nas passadas séries anime do franchise. Também Jukki Hanada e Kazumi Ikeda voltarão a trabalhar no franchise como o guionista do filme e designer das personagens, respectivamente.

A cantora ZAQ voltará a contribuir com o tema musical oficial do filme.

O elenco das duas séries anime voltarão a interpretar as mesmas personagens no filme:
  • Jun Fukuyama interpreta Yuuta Togashi;
  • Maaya Uchida interpreta Rikka Takanashi;
  • Chinatsu Akasaki interpreta Shinka Nibutani;
  • Azumi Asakura interpreta Kumin Tsuyuri;
  • Sumire Uesaka interpreta Sanae Dekomori.
A primeira série de Chuunibyou demo Koi ga Shitai! estreou em Outubro de 2012 e teve 12 episódios. Seguiram-se depois um filme anime compilatório, Takanashi Rikka • Kai ~Gekijō-ban Chūnibyō demo Koi ga Shitai!~, e a segunda temporada da série, Chuunibyou demo Koi ga Shitai! Ren, que estreou em Janeiro de 2014 e também teve 12 episódios.



Fonte: ANN

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Mangá do autor de "Gantz" vai terminar no 10º volume

Foi confirmado no 9º volume do mangá Inuyashiki, da autoria de Hiroya Oku, que a obra vai ter a sua conclusão no próximo volume.

Hiroya Oku lançou o mangá em Janeiro de 2014 na revista Evening e o 9º volume da obra foi lançada nesta Terça-feira. O autor já tinha revelado que a história de Inuyashiki estava planeada para 10 volumes.

O mangá vai ser adaptado para uma série anime, que está a ser produzida pelo estúdio MAPPA e que tem estreia prevista para Outubro, e para um filme live-action.

A Crunchyroll, que disponibiliza o mangá no seu serviço, descreve da seguinte maneira a história:

" A história é sobre Inuyashiki, um homem que tem uma família composta de sua esposa e dois filhos, que não dão a mínima para o senhor de idade. Quando ele descobre que tem apenas três meses de vida acaba percebendo que o único que sentiria sua falta seria seu cachorro. Pouco tempo após essa epifania, Inuyashiki é morto em uma invasão alienígena. Ele é reconstruído pelos extraterrestres como uma máquina, mas com o exterior de um ser humano. Como sua vida mudará agora que não é mais humano?"


Hiroya Oku é conhecido por ter criado o mangá Gantz, que foi lançado em 2000 na revista Young Jump e chegou ao fim em 2013 com 37 volumes. O mangá inspirou duas séries anime de 13 episódios cada, que foram produzidas pela Gonzo, e dois filmes live-action e um filme em animação 3D, intitulado Gantz: O. Também existiu um mangá spin-off, Gantz:G, em que Oku tratava da história, enquanto as ilustrações eram da responsabilidade de Keiita Izuka. Este spin-off foi publicado entre Novembro de 2015 e Março deste ano.

Fonte: ANN e Crunchyroll

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Circulção da Weekly Shõnen Jump já se encontra abaixo do 2 milhões de exempl

A Associação Japonesa de Editores de Revistas (JMPA) divulgou a circulação da revista Weekly Shõnen Jump já se situa abaixo da barreira dos 2 milhões de exemplares. A circulação média registada da revista do período compreendido entre Janeiro e Março de 2017 foi de 1 915 000 exemplares.

Comparativamente com o período entre Outubro e Dezembro de 2016, em que a circulação média era de 2 005 833, registou-se uma queda de 91 000 exemplares.

Também as revistas Weekly Shõnen Magazine e Weekly Shõnen Sunday, as duas maiores rivais da Shõnen Jump, registaram diminuições nas suas circulações médias entre Janeiro e Março de 2017. A Shõnen Magazine registou uma queda de 22 000 exemplares, ficando com uma circulação média de 964 158 exemplares. Já a Shõnen Sunday ficou-se pelos 319 667 exemplares, tendo sofrido uma queda de 3 600 exemplares.

A JMPA tinha referido anteriormente que as empresas que detêm estas revista estão a concentra-se cada vez mais na publicação digital, o que pode ajudar a explicar a diminuição da circulação impressa.

Fonte ANN


terça-feira, 16 de maio de 2017

Autores de "Sakurasõ no Pet no Kanojo" e de "Getsuyõbi no Tawawa" colaboram num novo anime

A edição de Junho da revista Megami Magazine confirmou no passado dia 28 de Abril que o ilustrador Kiseki Himura (criador original de Getsuyõbi no Tawawa) e o escritor de light novels Hajime Kamoshida (autor de Sakurasõ no Pet no Kanojo) estão a colaborar num novo anime.

Foi lançado, por breves instantes, um site sobre um novo anime dos dois autores no Dia das Mentiras, mas a revista realça que a produção do novo anime é uma realidade. No site estava indicado que Himura era o designer original das personagens, enquanto que Kamoshida seria o guionista. Também estava indicado que o estúdio PINE JAM (que produziu o anime de Getsuyõbi no Tawawa) estaria encarregue da produção do anime.

A edição de Julho da Megami Magazine vai revelar mais detalhes sobre o anime e vai conter uma entrevista com o staff, quando for lançada a 30 de Maio.

Hajime Kamoshida lançou o light novel Sakurasõ no Pet no Kanojo em 2010, que contava com as ilustrações de Keeji Mizoguchi. A obra chegou ao fim em Julho de 2013. A obra foi adaptada para uma série anime de 24 episódios, produzida pelo estúdio J.C. Staff. O anime foi emitido entre Outubro de 2012 e Março de 2013.

Kiseki Himura lançou um conjunto de ilustrações pela rede social Twitter que tinham como título Getsuyõbi no Tawawa. E essas ilustrações foram adaptadas para 12 curtas anime no ano passado.

Fonte: ANN

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Divulgada nova imagem promocional do anime "NTR: Netsuzou Trap"

O site oficial da adaptação para anime do mangá NTR: Netsuzou Trap divulgou uma nova imagem promocional que inclui as protagonistas Yuma Okasaki e Hotaru Mizushina.

A série vai estrear em Julho.

O site oficial do anime também já revelou o elenco principal. Ai Kayuma vai interpretar Yuma Okasaki, enquanto que Hiromi Igarashi ficou com o papel da sua amiga de infância Hotaru Mizushina. Daisuke Ono vai interpretar Fujiwara, o namorado de Hotaru que suspeita da relação entre a Hotaru e a Yuma. Já Ryota Ohsaka interpreta Takeda, o namorado da Yuma.

Naoko Kodama lançou a obra original em 2014 na revista Comic Yuri Hime. O terceiro volume do mangá foi posto à venda no Japão a 18 de Novembro.

A editora Seven Seas, que publica a obra nos EUA, descreve da seguinte forma a história do mangá:

"Yuma e Hotaru são amigas já de infância. E é natural que quando Yuma está nervosa em relação ao seu novo namorado, ela peça à Hotaru para levar o seu próprio namorado para um duplo encontro. Mas, quando Hotaru se faz de voluntária à Yuma para "treinarem", ambas se apercebem que estão mais interessadas uma e na outra do que estão relativamente aos seus próprios namorados.

Com os namorados em primeiro plano, mas com um encontro secreto e apaixonado em segundo plano, será que a Yuma e a Hotaru vão tentar esquecer o que aconteceu entre elas ou será que caíram numa armadilha de traição e de um verdadeiro amor?"

Fonte: ANN

domingo, 14 de maio de 2017

"Koi to Uso" - Vídeo promocional revela elenco principal e data de estreiaKoi to Uso (Love and Lies)

A Amuse Soft Entertainment divulgou por breves instantes o segundo vídeo promocional da série anime baseada no mangá Koi to Uso (Love and Lies).

O vídeo revela que a série tem estreia marcada para 3 de Julho. Também revela  elenco principal da série:

  • Ryota Ohsaka interpreta Yukari Nejima;
  • Kana Hanazawa interpreta Misaki Takasaki;
  • Yui Makino interpreta Ririna Sanada.
Seiki Takuno (Yamada-kun to 7-nin no Majo) é o realizador do anime e vai colaborar de novo com o estúdio LIDEN FILMS.

O autor Musawo lançou a obra original na aplicação MangaBox tanto em japonês como em inglês em Agosto de 2014 e, em apenas um mês, era a obra mais popular na aplicação com 3,5 milhões de visualizações.

A história do mangá é descrita da seguinte forma na MangaBox:

"As mentiras são proibidas e o amor é duplamente proibido. Num futuro próximo, quando os adolescentes japoneses fazer 16 anos de idade, é lhes designado um parceiro de casamento pelo governo. As pessoas não se têm que preocupar em procurar por alguém e todos aceitam aceitam que o país irá arranjar um parceiro compatível que os farão felizes. Yukari Nejima tem 15 anos. Ele vive num pequeno canto no país e parece que não consegue avançar na sua vida. Tanto a nível académico como a nível atlético, ele encontra-se abaixo da média. Mas, dentro dele, está escondido um coração que arde de paixão! Neste mundo onde o amor é proibido, o que lhe irá acontecer quando ele se apaixona?"


Fonte: ANN 

sábado, 13 de maio de 2017

"Saiyuki Reload Blast" - Divulgado o 2º vídeo promocional do anime

O site oficial da série anime baseada no mangá Saiyuki Reload Blast divulgou o segundo vídeo promocional da série. O vídeo revela e contém um excerto da música "move on! Ibara Michi" da banda GRANRODEO, que será a música do genérico de abertura.

A série tem estreia prevista para Julho.

O elenco principal mantém-se inalterado das outras séries:
  • Toshihiko Seki interpreta Genjo Sanzo;
  • Souichiro Honshi interpreta Son Goku;
  • Hiroaki Hirata intepreta Sha Gojyo;
  • Akira Ishida interpreta Cho Hakkai;
A Platinum Vision (Servamp) é o estúdio que se encontra a produzir a série. Isto marcará a primeira vez que o estúdio Pierrot não irá trabalhar num anime baseado na série de mangás Saiyuki.  Hideaki Nakano é o realizador do anime, com Kenji Konuta a supervisionar os guiões da série. Ambos colaboraram juntos nos animes Aoharu x Machinegun e Servamp. Youko Satou está a cargo do design das personagens.

Saiyuki Reload Blast é a sequela dos mangás Saiyuki e Saiyuki Reload, todas da autoria de Kazuya Minekura. A sequela foi lançada em 2009 na revista Comic Zero Sum, mas, em 2013, a autora revelou que iria diminuir a publicação da sua obra devido ao seu estado de saúde, por isso, desde então, a obra tem sido publicada irregularmente.

O mangá original Saiyuki já tinha sido adaptado para um OVA (Original Video Anime) e uma série anime em 1999 e 2000, respectivamente. A obra original ainda originou um filme e um outro OVA. Já Saiyuki Reload foi adaptada para duas séries anime, um em 2003 e outra em 2004, e um OVA. Também houve uma adaptação para OVA do mangá spinoff Saiyuki Gaiden em 2011.



Fonte: ANN 

quinta-feira, 11 de maio de 2017

"Fairy Tail: Dragon Cry" (Filme) - Vídeo promocional

O site oficial do filme Fairy Tail: Dragon Cry divulgou nesta Quinta-feira um vídeo promocional exclusivo para a Internet.

O filme estreou nos cinemas japoneses na passada Sexta-feira e obteve cerca de 53 888 700 ienes (cerca de 434 735 euros ou 1 503 200 reais na altura da publicação desta 'post') no seu primeiro fim-de-semana.

O realizador do filme é Tatsuma Minamikawa no estúdio A-1 Pictures. Shoji Yonemura regressou das duas séries anime para fazer os guiões do filme, enquanto que Yuuka Yamada é quem fez o design das personagens e é a realizadora-chefe de animação e Yasuharu Takanashi voltou a compor a banda sonora do filme.

O mangá original de Hiro Mashima segue as aventuras da mais conhecida guilda de magos do mundo, Fairy Tail.

A obra já inspirou duas séries anime, vários OVA's (Original Video Anime), alguns mangás spinoff e um filme anime. O autor revelou nas notas finais do 61º volume do mangá que faltam apenas dois volumes para que Fairy Tail chegue ao fim.



Fonte: ANN

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Light novel "Imõto Sae Ireba Ii" vai ser adaptado para série anime

Foi recentemente confirmado que o light novel de Yomi Hirasaka, Imõto Sae Ireba Ii, vai ser adaptado para uma série anime.

A editora Shogakukan tinha divulgado em Abril tinha divulgado por breves momentos uma imagem de amostra da capa do sétimo volume do light novel onde revelava que a obra iria ser adaptada para uma série anime que iria estrear no Outono, mas a editora depois apagou a imagem.

O sétimo volume da obra vai ser posto a 18 de Maio. A edição especial do volume vai incluir um Drama CD.

Yomi Hirasaka escreve a história do light novel e Kantoku (ilustrador de Hentai Õji to Waranai Neko) fornece as ilustrações. O primeiro volume do light novel foi lançado em Março de 2015. A obra foi adaptada para mangá com o título Imõto Sae Ireba Ii @comic em Dezembro de 2015.

A história da obra original segue o quotidiano de Itsuki, um escritor de romances e "Pigmaleão dos tempos modernos" que trabalha o dia todo para criar a derradeira irmã mais nova. Ele está rodeado por várias outras "personagens": uma bela escritora génio que o ama, a sua colega da faculdade que mais parece ser sua irmã mais velha, um escritor, um contabilista sádico e o seu editor. Todos eles são cuidados pelo meio-irmão mais novo e perfeito de Itsuki, Chihiro, que tem um segredo sério.

Hirasaka é conhecido por ter criado o light novel Boku wa Tomodachi ga Sukunai (Haganai), que contava com as ilustrações de Buriki (Denpa Onna to Seishun Otoko). A obra foi publicada entre Agosto de 2009 e Agosto de 2015. O light novel foi ainda adaptada para uma série anime com duas temporadas, a primeira foi emitida em 2011, enquanto que a segunda, intitulada Boku wa Tomodachi ga Sukunai NEXT, foi emitida em 2013. Ainda inspirou vários OVA's, um mangá e um filme live-action que estreou nos cinemas japoneses em Fevereiro de 2014.

Fonte: ANN

terça-feira, 9 de maio de 2017

"Aho-Girl! - Divulgada imagem promocional e nomes da músicas dos genéricos

O site oficial da adaptação para série anime do mangá Aho Girl, da autoria de Hiroyuki (autor do mangá Mangaka-san to Assistant-san), divulgou uma nova imagem promocional e os nomes das músicas dos genéricos do anime. A música do genérico de abertura chama-se "Zenryoku☆Summer!" e é interpretado pela cantora angela, enquanto que a música do genérico de encerramento é interpretada pela seiyuu Sumire Uesaka e chama-se "Odore! Kyuukyoku Tetsugaku".

O elenco da série é composto por:

  • Aoi Yuuki (Tatsumaki em One Punch Man) interpreta Yoshiko Hanabatake;
  • Tomakzu Sugita (Gintoki em Gintama) interpreta Akuru Akutsu;
  • Sayaka Harada (Chiya em Urara Meirocho) interpreta Sayaka Sumino;
  • Sumire Uesaka (Mai Kawakami em Musaigen no Phantom World) interpreta a Presidente do Comité de Moral Pública.
Keizou Kusakawa (realizador-chefe em Mondaji tachi ga Isekai kara Kuru sudesuyo?) é o realizador-chefe do anime, com Shingo Tamaki fica a cargo da realização no estúdio diomedea. Takashi Aoshima (guionista em Kotoura-san) fica encarregue do guiões da série, enquanto que Masakazu Ishikawa (designer em Shinryaku! Ika Musume) é o responsável pelo design das personagens.

Aho Girl (que se pode traduzir como "Rapariga Estúpida"), estreou na Weekly Shõnen Magazine em 2012, mas passou a ser publicada na revista mensal Bessatsu Shõnen Magazine  em Junho de 2015. Hiroyuki desenhou um crossover entre Aho Girl e Love Hina, criado por Ken Akamatsu, em 2014.

A história do mangá centra-se à volta de uma estudante chamada Yoshiko, que é tão estúpida todos os dias, que o seu amigo de infância, Takkun, só lhe apetece dar um valente soco.

Fonte: ANN



segunda-feira, 8 de maio de 2017

E agora para algo diferente: A minha experiência no Iberanime 2017

Por vezes, é bom sair da rotina. Pode correr bem ou mal, mas, às vezes, é preciso fazer algo "diferente". Foi por esse motivo que hoje decidi escrever sobre a minha ida ao Iberanime Lx 2017 e dar a minha opinião relativamente ao evento. Esta não foi a minha primeira ida ao Iberanime, tendo sido no ano passado, por isso vai haver muitas comparações com o evento do ano passado.

Não se vai sair alguma coisa de jeito daqui, mas, se quiserem, dêem a vossa opinião para saber se gostariam que fizesse mais coisas deste género ou onde poderei melhorar.

Para os nossos leitores do Brasil, se calhar é melhor fazer uma apresentação ao evento. O Iberanime é um dos maiores (se não o maior mesmo) eventos relacionados com anime, mangá e cultura pop japonesa realizado em Portugal. Existe duas edições, uma na capital Lisboa (Ibernanime Lx) e outra na cidade do Porto (Iberanime Opo). A de Lisboa costuma realizar-se em Maio na maior sala de espectáculos do país, a Meo Arena (anteriormente conhecido como Pavilhão Atlântico), enquanto que a do Porto costuma realizar-se em Outubro. No ano passado, o Iberanime Opo foi realizado no Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

Antes de começar a dar a minha opinião relativamente ao evento deste ano, gostaria de relatar a minha experiência do Iberanime de 2016. Como disse anteriormente, o Iberanime 2016 foi o primeiro Iberanime em que fui, mas, também foi a minha primeira vez em qualquer evento relacionado com anime. Por isso, não sabia ao certo no que me estava a meter.

E digamos que... não foi a melhor experiência que vivi, para ser honesto. Ter ido sozinho (ser tímido não ajuda...) não ajudou em nada, mas digamos houve algumas falhas na organização e alguma falta de sensibilidade de algumas pessoas que foram ao evento que fizeram com que não conseguisse desfrutar do evento como eu gostaria. Entre andar em corredores e escadas demasiado estreitas e em que não permitissem que houve um fluxo fluído das pessoas, entre filas mal organizadas para noodles instantâneo e que piorava o problema anteriormente referido e entre pessoas que empurram outros só para verem o que está a venda nas várias bancas - digo-vos já que não é agradável ser empurrado por pessoas que têm um peso acima do recomendado... -, havia muito para melhorar por parte de ambas partes (organização e fãs) para a edição deste ano. Não me arrependi de ter ido, porque fui pela primeira vez a um evento desta nossa "paixão", mas considerei seriamente não ir este ano.

Mas, por iniciativa de um amigo meu, lá fui na esperança de que este corresse melhor. E, para não criar qualquer suspense, digo-vos que foi.

Felizmente, a organização ouviu algumas das críticas que eu e outros fãs fizemos. Nomeadamente em termos do espaço em que podíamos andar. Tinhamos espaço para andar tanto nos corredores como nas escadas com relativa tranquilidade, sem que houvesse a necessidade de empurrar uns aos outros (e felizmente, as pessoas que foram ao evento também foram mais respeitadoras nesse aspecto).

Claro que isto foi a custo de haver menos bancas, que diminui um pouco a diversidade do que estava exposto e à venda, e da zona de videojogos ter agora o seu evento separado, que foi realizado em conjunto com Iberanime nos mesmos dias mas numa zona separada do Meo Arena, mas melhorou significativamente a circulação dentro do recinto.

Agora deixando as minhas "picuisses" de lado, vou falar de outros aspectos do evento: a secção dos artistas e o cosplay.

Relativamente à secção dedicada aos artistas independentes, só tenho a dizer isto: Por favor, parem de aparecer tantos, porque a minha carteira não aguenta se continuar assim! Este ano havia ainda mais artistas a tentar a vender as suas obras que em 2016 e a qualidade aumentou proporcionalmente. Destes, queria destacar a Nerdbeads, que faz peças em estilo "8-bit" a partir de miçangas. Gostei do facto de pegarem em algo tão simples como miçangas e transformarem-nas em algo quase parecido  com o que víamos quando jogávamos na NES ou no Game Boy.

E o cosplay, pelo menos que tenha visto, acho que não vi um único cosplay mau. Nunca fiz cosplay, por isso não sou a melhor pessoa para avaliar, mas penso que estavam bastante cuidados e tinham boa atenção ao detalhe. Entre Sakura Card Captor, Fairy Tail, Fullmetal Alchemist, Owari no Seraph, entre outros, estava sempre a virar ao pescoço de um lado para o outro dada a quantidade de cosplays que estavam bem feitos. Claro que para quem já fez cosplay ou que já tem experiência no assunto pode ter uma visão mais crítica que a minha, mas, na qualidade de "simplório" de cosplay, acho que estavam bem feitos e não conseguia parar de admirar o trabalho realizado (não sei porquê, mas esta última parte parece não soar muito bem...).

E, este ano, ao contrário do ano passado, consegui ver pessoas das quais eu admiro o seu trabalho, nomeadamente o pessoal do Próximo Nível, do OtakuPT e do PTAnime. São pessoas que produzem conteúdo interessante constante e dos quais eu sigo diariamente e estar ali vê-las ao vivo, era "estranho", mas no bom sentido. Infelizmente, não tive a coragem de me dirigir a eles e dizer-lhes que admiro os seus trabalhos...  Isto de ser tímido não dá com nada!

Isto já está a fica demasiado extenso, por isso é melhor acabar por aqui. Não consegui escrever tudo o que queria escrever, mas, isto foi escrito um pouco à pressa, por isso também não está como eu visionei. Se tiverem quaisquer criticas relativamente a este texto, e se quiserem, deixam um comentário para que depois possa melhorar em futuros textos como este.

E agora, e é mesmo para terminar, claro que existem aspectos em que o evento pode melhorar (mais convidados de renome, cumprimento dos horários do programa, mais divulgação, etc.), mas, pelo o que vi este ano e pelo que vivi no ano passado, acredito que a organização irá aprender com os seus erros e com as críticas feitas para que possa melhorar de modo a proporcionar uma melhor experiência nos próximos a todos nós, os otakus.

RK_Gotoku 

domingo, 7 de maio de 2017

Mangá do guionista de "Psycho-Pass" vai deixar de ser publicado devido ao estado de saúde do ilustrador

A edição de Junho da revista Comic Rex, que foi posta à venda a 27 de Abril, revela que o mangá Sekai o Yoku Suru Zankoku na Method (Cruel Method to Make the World Better - Método Cruel para Tornar o Mundo Melhor), da autoria de Makoto Fukami (escritor) e Kõsuke Yamanami (ilustrador), vai deixar de ser publicado devido ao agravamento do estado de saúde de Yamanami. No anúncio é referido que Yamanami vai se concentrar em recuperar o suficiente para que possa voltar a desenhar novamente.

 A história do mangá centra-se num rapaz de 17 anos de idade chamado Gekitetsu Amõ, que não se destaca na escola, mas sob a desculpa de "eliminar elementos nocivos do mundo" ele começa a cometer assassinatos em massa. A obra foi lançada a 27 de Dezembro do ano passado.

Makoto Fukami é mais conhecido por ter sido o guionista da série anime e do filme anime Psycho-Pass. No entanto, ele não voltou a colaborar na sequela Psycho-Pass 2. Ele também escreveu ou supervisionou os guiões de animes como Berserk (2016), Gakko Gurashi! ou Yuruyuri San Hai!. Também escreveu a histórias de mangá como Chotto Kawaii Iron Maiden (em colaboração com o artista Alpha AlfLayla) e Õsama-tachi no Viking (em colaboração com o artista Sadayasu).

Fonte: ANN

sábado, 6 de maio de 2017

Mangá "Otoboke Kachõ" termina após 36 anos de publicação, mas já tem sequela confirmada

Foi publicado na edição de Junho da revista Manga Time o último capítulo do mangá Otoboke Kachõ, da autoria de Masashi Ueda. A obra 4-koma (de quatro páineis) tem sido publicada na Manga Time desde 1981.

Na mesma edição foi anunciado que Ueda vai lançar a sequela do mangá na edição de Julho da revista mencionada, que vai ser posta à venda a 7 de Junho. A sequela vai se passar 7 anos depois da história original, quando a filha do protagonista está no ensino secundário e o seu filho está no ensino médio.

O mangá segue um gerente de secção de empresa comercial ("trading company"), os seus colegas e a sua família.

O 29º e último volume vai ser posto à venda a 7 de Junho.

Fonte: ANN

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Último capítulo do mangá "Seikai Ninja Taikai Kiroku" foi lançado nesta Sexta-feira

Foi publicado na 52ª edição deste ano da revista B's-Log Comic, que foi posta à venda nesta Sexta-feira, o último capítulo do mangá Sekai Ninja Taikai Kiroku (ou World Ninja Record), da autoria de Yuuri Shibamura e de Temari Matsumoto.

O mangá foi lançado em Maio de 2015 e o primeiro volume foi lançado em Fevereiro de 2016.

A obra de comédia segue Tatsuko Yaezaka, uma estudante do ensino secundário que é perfeitamente normal, excepto pelo facto de viver no santuário da sua família. Ela então conhece o belo e misterioso Sasuke, um ninja que vem dos Estados Unidos.

De momento, Yuuri Shibamura está a escrever a história do mangá Marginal Operation, que conta com a ilustração de Daisuke Kimura.

Temari Matsumoto fez a arte do light novel de Tomo Takabayashi, Maru-Ma, e da consequente adaptação para mangá, Kyo Kara Maoh!. O mangá foi publicado entre 2004 e 2005. As obras inspiraram uma série anime de 78 episódios em 2004.

Fonte: ANN

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Mangá "Tokkou no Shima" sofre pausa inesperada na publicação

Não foi publicada na edição de entre 12 e 16 de Maio da revista Weekly Manga Times o capítulo previsto do mangá de Shuho Sato, Tokkou no Shima (ou The Isle of TOKKOU). Na declaração do departamento editorial é referido que o autor fez o seu melhor para que fosse publicado o capítulo nessa edição, mas que, no final, não o conseguiu fazer. Apesar de na capa dizer que o mangá estaria presente na edição, o staff editorial não conseguiu remover o texto da capa a tempo.

Sato lançou o mangá em 2004 e publica os capítulos da obra de forma irregular. O mais recente volume da obra, o 8º, foi lançado em Novembro de 2015.

O mangá relata as histórias dos soldados do Exército e da Marinha Imperial Japonesa entre 1944 e 1945, em particular no treino dos pilotos dos torpedos suicidas tripulados Kaiten. Os torpedos suicidas Kaiten eram uma das unidades de ataques suicida que o Exército e Marinha Imperial Japonesa chamavam de "Unidades Especiais de Ataque" ou "tokkõ-tai" (que é de onde a palavra "Tokkou" do título se origina).

Fonte: ANN

Mangá "Taboo Tattoo" termina em Junho

O mangaká Shinjirõ revelou pelo Twitter que o mangá da sua autoria, Taboo Tattoo, vai terminar na edição de Agosto da revista Monthly Comic Alive, que vai ser colocada à venda a 27 de Junho. Quando foi lançado, o 12º volume do mangá revelava que a obra iria terminar no 13º volume.

O mangá tem sido publicado na revista Monthly Comic Alive desde Novembro de 2009. A obra foi adaptada para uma série anime que estreou a 4 de Julho e que terminou nesta semana, com a emissão do 12º episódio.

A editora Yen Press, que publica o mangá original nos EUA, descreve desta maneira a história da obra:

"Em grande parte das situações, Seigi é um rapaz que não se destaca do outros, excepto em relação à sua mestria em artes marciais e no seu desejo de proteger os mais fracos. Mas, quando as suas boas intenções são postas à prova ao salvar um sem-abrigo idoso de um bando de rufias, o misterioso homem mostra a sua gratitude... ao queimar uma tatuagem na palma da mão de Seigi.

Ao que parece, a tatuagem é uma arma secreta poderosa que todo o mundo quer lhe por as mãos em cima - incluindo uma rapariga formidável que também possui uma tatuagem. Com a sua vida em risco e as suas habilidades nas artes marciais não serem suficientes para derrotar inimigos super-poderosos, será que Seigi será capaz de libertar o potencial adormecido da sua tatuagem para poder sobreviver mais um dia!?"

Fonte: ANN

terça-feira, 2 de maio de 2017

Divulgado novo vídeo promocional do anime "Ballroom e Yõkoso"

O site oficial da série anime baseado no mangá da autoria de Tomo Takeuchi, Ballroom e Yõkoso - Sweep Over the Dance Hall (Welcome to the Ballroom nos EUA) divulgou o quarto vídeo promocional nesta Terça-feira. O vídeo contém a música "Tettõtetsubi Yonayona Drive" da banda Unison Square Garden.

O vídeo também revela os design de mais duas personagens, Gaku Akagi (que aparece no instante 0:19) e Mako Akagi (0:21).

O anime vai estrear em Julho.

O realizador vai ser Yoshimi Itazu (realizador do filme Mitsuami no Kami-sama/Pigtails), com a animação a ficar por conta do estúdio Production I.G. Kenichi Suemitsu fica a cargo da composição da série, com Takahiro Ishida (Puella Magi Madoka Magica) a ser o responsável pelo design das personagens e Yuuki Hayashi (Boku no Hero Academia) vai compor a banda sonora.

O mangá foi lançado na Monthly Shõnen Magazine em 2011 e o volume mais recente da obra, o 8º, foi posto à venda em Outubro de 2015.

A editora Kodansha Comics, que publica o mangá nos EUA, descreve da seguinte maneira a história:

"Tatara Fujita é um estudante do 3º ciclo que só quer ser bom em algo - em qualquer coisa. Infelizmente, ele é como qualquer outro rapaz da sua idade, normal. Os "bulhas" da sua zona sabem disso e batem nele com regularidade para lhe tirar dinheiro, mas isso muda quando o afável Kaneme Sengoku dá-lhes uma "lição". Mas, o Sengoku não é um vigilante do bairro ou um justiceiro. Ele é um dançarino de salão profissional. E assim que Tatara é puxado para o mundo das danças de salão, a sua vida nunca mais seria a mesma."



Fonte: ANN

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Paragem da publicação do mangá "Noragami" vai ser prolongada devido ao estado de saúde dos autores

A edição de Junho da revista Monthly Shõnen Magazine revela que o mangá da dupla Adachitoka, Noragami,  vai sofrer uma paragem mais extensa que o esperado de modo a que Adachitoka possa recuperar de uma doença. O anúncio não especifica qual dos elementos da dupla é que está a recuperar da doença.

O staff editorial referiu que ainda não se sabe quando é que voltará a ser publicada a obra, mas que, quando a data for decidida, o staff vai publicar a data na revista.

O 75º capítulo não foi publicado na edição de Maio da revista, que foi lançado no mês passado, e na altura o staff editorial que a súbita interrupção da obra se deveu às "circunstâncias".

O mangá foi lançado na revista Monthly Shounen Magazine em 2011 e foi adaptado para uma série anime de 12 episódios em 2014 e outra em 2015. Também foi adaptado para dois OVA's, uma em Fevereiro de 2014 e outra em Julho de 2014.

Na fronteira entre este reino e o outro, ai vivem oito milhões de deuses, espiritos mortos que servem os deuses e outros diversos espiritos que ajudam e intrometem-se nos assuntos dos humanos. Uma simpática rapariga do ensino básicochamada Hiyori Iki tem sido vitima de bullying por parte dos seus colegas de turma e tem ido sempre para a casa de banho para chorar. Na parede da casa de banho está escrito um número de telefone e a seguinte mensagem: "Eu resolvo os teus problemas".

Fonte: ANN