Páginas

domingo, 20 de maio de 2018

Divulgados os primeiros 10 minutos do 5º filme da saga "Yamato 2202"

 O site oficial do projecto anime Uchuu Sekan Yamato 2202: Ai no Senchi-tachi (ou Space Battleship Yamato 2202: Warriors of Love) divulgou os primeiros 10 minutos de "Rengoku-hen" (Capítulo do Purgatório), o quinto filme do projecto.

Também foi divulgado um vídeo com 10 minutos de duração que contém os melhores momentos da história dos primeiros quatro filmes.

Este anime faz parte de um projecto anime cinematográfico de sete partes. O primeiro filme do projecto estreou a 25 de Fevereiro.

Os seiyuus Daisuke Ono e Houko Kuwashima vão voltar a interpretar as personagens Susumu Kodai e Yuki Mori, respectivamente, que já tinham interpretado em Space Battleship Yamato 2199 (ou Uchuu Sekan Yamato 2199).

O quinto filme do projecto estreia a 25 de Maio nos cinemas japoneses.

Este novo projecto vai ser a sequela do anime Space Battleship Yamato 2199 que, por sua vez, é um remake da primeira série de Space Battleship Yamato, que estreou em 1974. Também vai recriar a série Uchuu Sekan Yamato 2 e adopta o subtítulo do filme (Ai no Senchi-tachi) do franchise que estreou em 1978.

Nobuyoshi Habara (Sōkyū no Fafner: Dead Agressor: Exodus) é o realizador da série, com o guionista a ser Harutoshi Fukui.

A história do anime passa-se em 2202, três anos depois do regresso da nave espacial Yamato do planeta Iscandar. As pessoas da Terra restauraram o seu planeta com o Sistema de Reversão Cosmo e assinaram um tratado de paz com Garmillas. Para além da reconstrução, a Terra desenvolveu uma nova frota de defesa que inclui o navio de guerra espacial ultra-moderno Andromeda. A Terra encontra-se num processo de expansão militar, apesar dos desejos de Starsha Iscandar. A Yamato ajuda a concretizar a suposta "paz", mas foi conseguida através de incalculáveis sacrifícios. A deusa Teresa, que reza para que haja tranquilidade no espaço, chama a Yamato para uma nova viagem. A ameaça de Gatlantis está a varrer o universo todo e está a aproximar-se da Terra.



Fonte: ANN

Sem comentários:

Publicar um comentário